Hardware

Adequar o Hardware à actividade da Empresa

Comprar um Computador "de marca" ou de "linha branca"? Comprar um computador "caro" ou "barato"? Comprar no "Hipermercado" ou na "Loja do Bairro"? Como enviar para reparação sem "ser enganado"? Estas são algumas das questões que grande parte dos potenciais compradores de hardware colocam.

Necessita de renovar o "parque informático"? Sabe que o mercado não merece total confiança e tem dúvidas sobre o que e onde comprar? Uma hipótese é contratar alguém que o ajude na tarefa! Claro que tem custos! Mas pense nos benefícios de contratar os serviços de um Técnico Certificado que vai:

  • Avaliar os equipamentos existentes;
  • Definir a necessidade de novas aquisições e / ou aproveitar componentes existentes e comprar apenas o necessário;
  • Pesquisar os componentes necessários numa perspetiva de qualidade / preço /adequação ao trabalho a realizar;
  • Construir cada computador de acordo com as reais necessidades de utilização;
  • Garantir o trabalho realizado

É neste contexto que trabalhamos. Prestamos serviços de Consultoria (ou seja, aconselhamos) em Hardware. Obviamente que temos competências técnicas que permitem efetuar todos os trabalhos na área, nomeadamente:

  • Consultoria na aquisição de hardware - o que comprar? onde comprar? comprar montado ou "à peça"?;
  • Montagem e Configuração - montamos e configuramos o hardware. A configuração é efetuada de forma personalizada em cada computador, ou seja, não utilizamos "clones" para "despachar"". Este trabalho é efetuado nas instalações do cliente;
  • Manutenção Preventiva - efetuamos manutenção preventiva física e lógica de sistemas.
  • Diagnóstico e Reparação - Diagnosticamos e reparamos avarias. Este trabalho é efetuado, preferencialmente, nas instalações do Cliente.

O Computador é uma fator crítico para o sucesso

Atualmente o Computador é um equipamento crítico

A paragem ou o mau funcionamento do computador, podem provocar graves prejuízos à Empresa! Veja estes cinco exemplos:

  • Computador parado, Funcionário parado - O Computador é um instrumento de trabalho de um funcionário! Portanto a matemática é simples: 1 computador parado equivale a um funcionário parado;
  • Tempo perdido - Suponha que um computador está parado por 2 horas para manutenção devido a um problema no Disco, o qual tem de ser substituído. Imagine ainda que o uilizador não fez o backup dos seus trabalhos das últimas 48 horas. Conclusão: a empresa perdeu 2 horas de trabalho do funcionário, mais 16 horas úteis dos dias anteriores. Ao custo com o tempo perdido, acresce o custo com a manutenção do sistema, ou seja, compra de novo disco, instalação de Sistema Operativo, programas, etc. Se o disco avariado tem informação crítica / importante, a recuperação de dados é uma tarefa que pode ter custos muitissimo elevados. Por fim, acresce ainda o stress causado com toda a situaço.
  • Vendas Comprometidas - O setor de vendas é primordial na Empresa! Qualquer falha de timing compromete a decisão de compra do cliente. Por exemplo, caso o vendedor pretenda marcar uma reunião online e no momento o computador trave, a venda certamente será dificultada ou até perdida. Além da perda da venda, há a desmotivação do vendedor, que provavelmente vai perder o cliente, a comissão da venda...
  • Má Imagem da Empresa - Quando a falha técnica ocorre exatamente quando um cliente está a ser atendido, o cenário é o pior possível! Por mais que o funcionário tente melhorar a situação, o cliente fica aborrecido ao perceber que determinado procedimento não poderá ser concluído. Para aquele cliente a empresa falhou e isso vai dar origem a reclamações e divulgação negativa da Empresa.
  • Efeito Dominó - O efeito dominó acontece com um problema no servidor e na rede conectada a ele. Suponha que um computador na rede é infectado com um vírus. Se a rede estiver desprotegida outros computadores podem ser contaminados e "travam". Óbviamente que os funcionários ficam impossibilitadas de trabalhar.

Manutenção Preventiva

Algumas empresas consideram a Manutenção Preventiva como um custo supérfulo! Os exemplos apresentados no artigo à esquerda, ocorreram realmente.
Facilmente se deduz que ocorreram devido á ausência de normas de utilização e / ou de tarefas de manutenção. Efetuar manutenção preventiva periódica tem as seguintes vantagens:

  • Melhora a proteção de dados;
  • Estende a vida útil dos componentes;
  • Melhora a estabilidade dos equipamentos;
  • Reduz o número de avarias;
  • Detecta falhas nos procedimentos e ajuda a implementar políticas / normas de utilização do sistema.

Algumas Tarefas da Manutenção Preventiva

Antes de qualquer intervenção Técnica num computador, a primeira tarefa obrigatória é efetuar um backup dos dados.
Após a tarefa anterior estar realizada, o Técnico efetuará as restantes tarefas de manutenção, tais como:

Hardware:

  • Remover poeiras - da Fonte de alimentação, das ventoinhas e dos componentes internos;
  • Limpar a Caixa
  • Lubrificar as ventoinhas;
  • Aplicar pasta térmica;
  • Inspecionar os componentes internos - verificar encaixe de cablagens. Verificar encaixe de componentes;

Software:

  • Rever / instalar atualizações do Sistema Operativo, Aplicativos e Suite de Segurança;
  • Executar o antivírus;
  • Procurar erros no(s) disco(s);
  • Efetuar limpeza de ficheiros e desfragmentar;

Selecionar um Computador - Parte I

Antes de fazer qualquer compra, determine qual será a finalidade do computador:

  • A que função se destina - A finalidade do computador vai influenciar a seleção dos componentes, começando na motherboard e consequentemente o CPU, a RAM, a Gráfica e a fonte de alimentação, entre outros;
  • Por exemplo, se o computador vai ser utilizado para processar texto e pouco mais, não vai necessitar de um processador e placa gráfica dedicados. Caso contrário, se a finalidade é instalar uma máquina virtual, vai necessitar de bastante memória RAM, de um processador "potente" e de uma placa gráfica aceitável.

Selecionar um Computador - Parte II

Outra questão a considerar é a quantidade de dispositivos que necessita.
A quantidade de dispositivos vai influenciar a escolha da caixa e, muito importante, da Fonte de Alimentação.
Considere o exemplo anterior;

  • O computador é utilizado para processar texto e pouco mais - Neste caso seria selecionada uma motherboard ITX com processador e gráfica onbord. Como a quantidade de dispositvios internos é muito pequena, pode ser selecionada uma caixa ITX ou micro ATX.